Fortuna Crítica

Teses de Doutorado

Última atualização: 06.12.2013

BAIBICH, Tania Maria, O Auto-ódio na literatura brasileiro-judaica contemporânea, Tese (Doutorado em Psicologia Social), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001, 332 p.

CEZAR, Marina Coelho Moreira, Do ensino da língua literária e do sentido: reflexões, buscas, caminhos, Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2007, 227 p.

GAMAL, Haron Jacob, Escritores brasileiros ‘estrangeiros’: A representação do anfíbio cultural em nossa prosa de ficção, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009, 169 p.

LANI, Soraya, L’Hybridité dans l’oeuvre de l’écrivain brésilien Moacyr Scliar (1937-2011): judéité, imaginaire et représentations, Université Michel de Montaigne Bordeaux 3, Bordeaux, França, 2012, 506 p.

LILENBAUM, Patrícia Chiganer, Judeus escritos no Brasil: Samuel Rawet, Moacyr Scliar e Cíntia Moscovich, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009, 232 p.

MALTA, Valdomiro Ribeiro, A Reatualização de gestos paradigmáticos na problematização do judeu e do mito, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São José do Rio Preto, 2001, 192 p.

OITICICA, Ricardo Beserra da Rosa, Instituto Nacional do Livro e as ditaduras: Academia Brasílica dos Rejeitados, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1997, 999 p.

OLIVEIRA, Leopoldo Osório Carvalho de, A Estranha nação de Moacyr Scliar: a ficcionalização de lugares, identidades e imaginários judaicos e brasileiros, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006, 175 p.

SELISTRE, Maria Tereza, Retratos de mulher na literatura: Brasil e Argentina (1960-1990), Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2000, 308 p.

SIMON, Luiz Carlos Santos, Além do visível: contos brasileiros e imagens na era do pós-modernismo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1999, 255 p.

SILVA, Antônio de Pádua Dias da, A Estranha nação de centauro: uma representação do sujeito híbrido na ficção de Moacyr Scliar, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2001, 263 p.

SILVA, Gislene Maria Barral Lima Felipe da, Olhando sobre o muro: Representações de loucos na literatura brasileira contemporânea, Universidade de Brasília, Brasília, 2008, 200 p.

SZKLO, Gilda Salem, O Bom fim do shtetl: Moacyr Scliar, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1984. Publicado em francês com o título: Gilda Salem Szklo, Moacyr Scliar: une pensée juive au Brésil, Paris, L’Harmattan, 1995.

UZIEL, Rachel, Du shtetl à la maison de la sirène: Analyse ethnologique et littéraire de l’œuvre à thématique juive de Moacyr Scliar, Université Lille 3, Lille, 1987, 392 p.

VILASBOAS, Rozângela Alves, Aspectos do pós-modernismo e do realismo mágico de Moacyr Scliar, Universidade Estadual Júlio de Mesquita, Araraquara, 2007, 281 p.

XAVIER, Sílvia Helena Niederauer, Ao viés da História: política e alegoria no romance de Érico Veríssimo e Moacyr Scliar, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007, 229 p.