Scliar 80 Anos

Inédito no mercado, “A Nossa Frágil Condição Humana”
foi lançado com eventos nas cidades de São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro

A frágil condição humana é a dos judeus, mas é também a de todos nós, seres precários que habitamos esse planeta. A palavra de Scliar, em suas crônicas, certamente colabora para que a árdua travessia de cada um possa ser mais serena, porque é acompanhada pela sabedoria de um intelectual capaz de se posicionar perante os fatos sem submetê-los a conceitos prévios, ensinando-os a assim também proceder”.

Essa é uma das definições que a escritora e professora Regina Zilberman deu ao livro “A Nossa Frágil Condição Humana”, que reúne crônicas de Moacyr sobre a identidade judaica como parte da condição humana. O lançamento da obra foi celebrado com eventos especiais em três diferentes cidades.

Em Porto Alegre, o encontro foi na Livraria Cultura, do Shopping Bourbon Country, com abertura da jornalista e escritora Cláudia Laitano, leituras da atriz Mirna Spritzer e um debate com a presença de Regina Zilberman, Mirna Spritzer e da escritora Cíntia Moscovich.

Já em São Paulo, na Livraria da Vila, Mauricio Meireles mediou um bate-papo com Berta Waldman e Saul Kirschbaum. O encontro contou com leitura dramática de textos e excertos de obras do Moacyr pela atriz Ilana Kaplan. Judith Scliar foi a responsável pela abertura da noite.

Completando a programação do lançamento, foi a vez do Rio de Janeiro também celebrar Scliar, com uma mesa redonda que reuniu Nelida Piñon e Domicio Proença Filho, sob a mediação de Edney Silvestre. As leituras dramáticas de escritos do Moacyr ficaram a cargo de José Mauro Brandt. Judith Scliar também abriu a noite.

Fotos do evento: